Saúde

Março lilás alerta para o diagnóstico precoce do câncer do colo do útero

Por Cristina Pinheiro em 24/03/2021 - 16:30

Março é lembrado como o mês de conscientização sobre a prevenção do câncer do colo do útero. Ele é um dos tumores ginecológicos mais frequentes e atinge mulheres em idade jovem, entre 15 e 50 anos. Em 2020, a estimativa do Inca (Instituto Nacional do Câncer) foi de 16.710 novos casos.

O câncer do colo do útero é causado pela infecção do Papilomavírus Humano, conhecido como HPV. Em estado inicial, praticamente não ocasiona dores ou sintomas. Com a progressão da doença, sintomas como: cólicas abdominais, corrimento vaginal persistente e sangramentos fora do período menstrual podem surgir, diminuindo as chances de tratamento e cura da doença. Um fator importante que reforça a necessidade de as mulheres estarem sempre em dia com os exames preventivos.

“As pacientes que descobrem a doença no começo têm a taxa de cura elevada para praticamente 100%. Nos diagnósticos mais tardios, no entanto, as taxas de cura podem cair para menos de 10% de sobrevida em cinco anos”, alerta a médica oncologista do CEONC Hospital do Câncer, doutora Tariane Foiato.

A médica participou do programa CBN Cascavel 2ª Edição (Rádio CBN, 93.9- 2ª à 6ª feira, das 14h às 16h), nesta . Ela explicou que “a boa notícia é que existem formas simples de prevenir a doença”.

 

Com assessoria

 

Player Ouça ouça o áudio
Player Ouça parte 2
Março Lilás alerta para o câncer de colo do útero
Março Lilás alerta para o câncer de colo do útero

Notícias da mesma editoria