TOLEDO

PMs são afastados acusados de envolvimento em jogo do bicho

Por Tatiane Bertolino em 23/01/2020 - 11:59

A Corregedoria da Polícia Militar de Toledo investiga dois policiais que estariam envolvidos em jogo do bicho. A informação foi publicada pelo portal 24. De acordo com o portal, uma operação deflagrada pela Corregedoria no fim do ano passado, afastou dois policiais militares lotados no 19ª batalhão de polícia militar. Eles eram agendes da chamada P2, que é o serviço de investigação e recebimento de denúncias da polícia militar. A acusação é de que eles agiam para facilitação do jogo do bicho.

Os policiais, um cabo e um soldado, agiam dando cobertura e avisando todas as vezes em que estava programada alguma operação ou fiscalização, para que os bicheiros nunca fossem flagrados.

Segundo o publicado pelo portal, o cabo tinha acesso à senha do disque denúncia 181 e, todas as vezes que chegavam informações a respeito do endereço do bicheiro, a denúncia era removida do sistema.

A corregedoria cumpriu mandados de busca e apreensão na casa dos policiais. Aparelhos e dinheiros foram encontrados. Além de dois carregadores de pistola sem autorização do uso. Na casa do bicheiro, foram encontradas máquinas caça-níquel e instrumentos para apostas do jogo de azar proibido no brasil. Ainda, segundo o portal, foi localizado um dispositivo, na casa do cabo, que apagava as mensagens automaticamente, sem deixar evidencias. A perícia conseguiu recuperar 12 terras em arquivos em apenas uma das máquinas. Ainda é preciso o resultado da perícia para conclusão do processo. O portal publicou ainda que procurou a corregedoria, que não se manifestou sobre o andamento do processo, sob justificativa de que a investigação segue em segredo de justiça.

Player Ouça a reportagem

Notícias da mesma editoria