INVESTIGAÇÃO

Servidor acusado de matar ex-prefeito de Laranjal é preso

Por Tatiane Bertolino em 06/09/2019 - 11:21

A Polícia Civil de Palmital prendeu o homem acusado de matar o ex-prefeito de laranjal, Riolando Caetano. Ele se apresentou na tarde de quinta-feira na Delegacia de Palmital, acompanhado do advogado. Como estava com mandado de prisão preventiva em aberto, o mandado foi cumprido e o acusado preso. A arma do crime também foi apreendida.

O ex-prefeito foi morto no dia 28 de agosto. O acusado é servidor da prefeitura de Laranjal, lotado na Secretaria de Saúde, e estava com o carro oficial do Município no momento em que cometeu o crime. O homem estava foragido e, segundo a prefeitura de Laranjal, um procedimento administrativo será aberto para averiguar a conduta do servidor, que deve ser exonerado.

Segundo a Polícia Civil, em interrogatório, o acusado disse que cometeu o crime porque a vítima o teria provocado. Riolando teria dito ser o pai do filho recém-nascido da esposa do acusado.

Com a prisão do servidor, a Polícia Civil está em fase de encerramento das investigações, que deverá entregar o inquérito à Justiça em 10 dias.

Em menos de 24 horas depois do crime, registrado no dia 28, a Polícia Civil ouviu diversas pessoas e postulou ao Juízo pela prisão preventiva do autor do crime. Logo depois, a justiça expediu o mandado de prisão. Diligências foram realizadas para encontrar o autor, que estava escondido e agora resolveu se apresentar à polícia. A Polícia Civil ressalta o trabalho conjunto da Polícia Militar e de outras forças de segurança para elucidar o caso.

Player Ouça a reportagem

Notícias da mesma editoria